29 de ago de 2012

Oportunidade Perdida II

Durante a primeira administração de nosso atual síndico (iniciada em outubro de 2010), quatro meses após ser eleito, mais precisamente no mês de fevereiro de 2011, o mesmo utilizou nosso Fundo de Reserva, que na época estava em R$123.658,38. Transportou este valor para a conta principal no dia 21 de fevereiro de 2011 (deixando R$174,50 no Fundo de Reserva) sob a alegação de que era para quitar dívidas e com isso ficaríamos positivos. Verifiquei que a conta principal ficou neste mesmo dia positiva em R$13.598,34. Hoje, porém, com a mesma receita voltamos a ficar com nossa Conta Principal negativa. Veja minuciosamente nossa prestação de contas e notará que há muitas despesas com material de construção, pintura e hidráulica, além de outros gastos que nunca são descriminados. Vocês acham que isso está certo?
Dizer que nossas contas estão positivas é totalmente errado, isso porque se faz este cálculo somando as nossas duas contas, a Principal e nosso Fundo de Reserva, quando na verdade esse é apenas um “artifício” contábil, isto é, o Fundo de Reserva não pode ser creditado a qualquer momento, é apenas utilizado quando solicitado e autorizado para isso, como por exemplo, em casos emergenciais. Portanto não podemos dizer que nossa conta está positiva, pois conforme nossa prestação de contas de julho, nossa Conta Principal está negativa em R$16.765,87. Fazer promessas é muito fácil, quero ver cumprir. Lembrem-se, no ano passado foi a mesma coisa e durante todo esse ano até agora nada tinha sido feito. Fiquem atentos e não acreditem em tudo que leem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pelo seu comentário!!!

Postagens populares